Portal do Governo Brasileiro

Curso eMAG / Conteudistas

gov.br eMAG

Início do Conteúdo

Recomendações de acessibilidade WCAG 2.0

As WCAG (Web Content Accessibility Guidelines) são as recomendações de acessibilidade para conteúdo da Web, ou seja, são diretrizes que explicam como tornar o conteúdo Web acessível a todas as pessoas.

Banner W3C - Recomendações de Acessibilidade Web 2.0

Foram desenvolvidas pelo consórcio W3C - World Wide Web, através do WAI (Iniciativa de Acessibilidade na Web), em colaboração com pessoas e organizações em todo o mundo.

A versão 1.0 foi lançada em 5 de maio de 1999 e a versão 2.0 em 11 de dezembro de 2008.

Documentos da WAI - Web Accessibility Initiative:

  • WCAG: para conteúdo Web
  • ATAG - Authoring Tool Accessibility Guidelines: para ferramentas de autoria, editores HTML, content management systems (CMS), blogs, wikis, etc.
  • UAAG - User Agent Accessibility Guidelines: para navegadores Web, media players e outros agentes de usuário
  • WAI-ARIA - Accessible Rich Internet Applications Suite: aplicações Web ricas e acessíveis (desenvolvidas com Ajax, por exemplo)

Estrutura

O documento WCAG 2.0 está estruturado em quatro princípios, cada qual contendo recomendações. As recomendações possuem critérios de sucesso que devem ser seguidos. Para seguir os critérios de sucesso, são disponibilizadas técnicas específicas.

Princípios, Recomendações, Critérios de Sucesso e Técnicas

4 princípios

  • 1° Princípio: Perceptível - a informação e os componentes da interface do usuário têm de ser apresentados aos usuários em formas que eles possam perceber.
  • 2° Princípio: Operável - Os componentes de interface de usuário e a navegação têm de ser operáveis.
  • 3° Princípio: Compreensível - A informação e a operação da interface de usuário têm de ser compreensíveis.
  • 4° Princípio: Robusto - O conteúdo tem de ser robusto o suficiente para poder ser interpretado de forma concisa por diversos agentes do usuário, incluindo recursos de tecnologia assistiva.

Recomendações pertencentes a cada princípio

1°Princípio: Perceptível

  • 1.1 Fornecer alternativas textuais para qualquer conteúdo não textual
  • 1.2 Fornecer alternativas para multimídia
  • 1.3 Criar conteúdo que possa ser apresentado de modos diferentes sem perder informação ou estrutura
  • 1.4 Tornar mais fácil aos usuários a visualização e audição de conteúdos incluindo as separações das camadas da frente e de fundo

2° Princípio: Operável

  • 2.1 Fazer com que todas as funcionalidades estejam disponíveis no teclado
  • 2.2 Prover tempo suficiente para os usuários lerem e usarem o conteúdo
  • 2.3 Não projetar conteúdo de uma forma conhecida por causar ataques epiléticos
  • 2.4 Prover formas de ajudar os usuários a navegar, localizar conteúdos e determinar onde se encontram

3° Princípio: Compreensível

  • 3.1 Tornar o conteúdo de texto legível e compreensível
  • 3.2 Fazer com que as páginas da Web apareçam e funcionem de modo previsível
  • 3.3 Ajudar os usuários a evitar e corrigir erros

4°Princípio: Robusto

  • 4.1 Maximizar a compatibilidade entre os atuais e futuros agentes do usuário, incluindo os recursos de tecnologia assistiva

Critérios de sucesso

Para cada recomendação existem critérios de sucesso, que são pontos específicos que devem ser atingidos.

Exemplo:

  • Recomendação 3.3 - Assistência de Entrada: Ajudar os usuários a evitar e corrigir erros
    • Critério de sucesso 3.3.1 - Identificação do Erro: Se um erro de entrada for automaticamente detectado, o item que apresenta erro é identificado e o erro é descrito ao usuário por texto. (Nível A)

E para cada critério de sucesso estão disponíveis técnicas específicas com exemplos de como o objetivo do critério pode ser atingido e testado.

  • Cada critério de sucesso é indicado por um nível de conformidade, que pode ser A, AA ou AAA:
    • Nível A: barreiras mais significativas de acessibilidade. Estar em conformidade apenas com os critérios de nível A não garante um site altamente acessível;
    • Nível AA: estar em conformidade com todos os critérios de sucesso de nível AA garante um site bastante acessível, ou seja, o site será acessível para a maioria dos usuários, sob a maior parte das circunstâncias e utilizando-se a maioria das tecnologias.
    • Nível AAA: o nível de conformidade triplo A é bastante meticuloso, ou seja, visa garantir um nível otimizado de acessibilidade. A maioria dos critérios de sucesso de nível AAA refere-se a situações bastante específicas, normalmente objetivando refinar os critérios de sucesso de nível AA. Manter uma conformidade com certos critérios de sucesso de nível AAA pode ser um processo custoso e, às vezes, de difícil implementação. No entanto, muitos sites não possuem conteúdo que se aplica aos critérios de sucesso de nível AAA.

Fim do Conteúdo