Portal do Governo Brasileiro

Curso eMAG / Desenvolvedor

gov.br eMAG

Início do Conteúdo

Recomendações de acessibilidade eMAG

Além das WCAG 2.0 - Web Content Accessibility Guidelines, utilizadas internacionalmente, muitos países desenvolveram seus próprios documentos com recomendações de acessibilidade.

O governo brasileiro, seguindo o exemplo de outros países, desenvolveu suas próprias diretrizes, reunidas no documento chamado de eMAG.

O eMAG – Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico – é um documento com recomendações a serem consideradas para que o processo de acessibilidade dos sítios e portais do governo brasileiro seja conduzido de forma padronizada e de fácil implementação.

  • Pragmático (estruturado de acordo com os problemas a serem abordados);
  • Dividido por áreas de atuação;
  • Padronização de funcionalidades.

eMAG 3.1

O eMAG 3.1 surgiu da parceria firmada entre o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (Departamento de Governo Eletrônico) e o Projeto de Acessibilidade Virtual do IFRS (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul).

A versão 3.1 do eMAG foi desenvolvida tomando como base a WCAG 2.0, outros documentos internacionais de acessibilidade, além de pesquisas realizadas no âmbito do projeto de acessibilidade virtual e com o auxílio de pessoas com deficiência.

Estrutura

  • Parte 1 – Introdução
    • O acesso de pessoas com deficiência
    • Sobre as versões do eMAG
    • Alterações na versão 3.1
    • Legislação
  • Parte 2 – O processo para desenvolver um sítio acessível
    • Primeiro passo: Padrões Web
    • Segundo passo: Recomendações de Acessibilidade
    • Terceiro passo: Avaliação de Acessibilidade
    • Manutenção da acessibilidade
    • Recursos, ferramentas e leitura complementar
  • Parte 3 – Recomendações de acessibilidade (divisão por Seções)
    • Marcação (9 recomendações)
    • Comportamento (7 recomendações)
    • Conteúdo / Informação (12 recomendações)
    • Apresentação / Design (4 recomendações)
    • Multimídia (5 recomendações)
    • Formulários (8 recomendações)
    Total: 45 recomendações
  • Parte 4 – Elementos padronizados de acessibilidade digital no Governo Federal
    • padroniza elementos de acessibilidade que devem ter características em comum em todas as páginas do governo federal, como:
      • atalhos,
      • barra de acessibilidade,
      • mapa do sítio,
      • página de acessibilidade, entre outros.
  • Parte 5 – Práticas desaconselhadas
  • Parte 6 – Glossário

Fim do Conteúdo